Celebridades, Curiosidades, Noticia

Ex-panicat, Carol Dias faz revelações sobre ex-integrantes do Pânico em canal do Youtube

Afastada da TV desde o fim do humorístico Pânico na Band, no final do ano passado, a ex-panicat Carol Dias foi a convidada especial do canal do Youtube de Rafael Cortez. Lá, a morena fez altas revelações sobre alguns integrantes da atração, dizendo qual pessoa sempre a distratava e quem ela menos gostava.

“Pessoa que mais me fez chorar, que acho que ele tem que se tratar, é machista, se se acha semideus, é o Bolinha. Bolinha, você é do bem, cara bom, mas você é sozinho, acho que é depressivo, e nessa angustia acho que desconta nos outros. Você já me xingou várias vezes. Não tenho nada a esconder de você, gosto de você, desejo tudo de bom, mas você me fez chorar várias vezes e não foi compreensivo”, contou a morena.

Na sequência, a gata ainda falou que a repórter Mari Gonzalez, mais conhecida como Mari Baianinha, acabou se deixando levar pela fama. “Acho que a pessoa que eu mais me decepcionei foi a Mari Baianinha. Acho ela linda, desejo tudo de bom, mas acho que ela mudou, mudou a essência dela, esqueceu as origens”, disparou ela, que ainda sugeriu para que as duas façam as pazes. “Não tenho nada contra você, pelo contrário, queria ser você pois você é linda. Só quero que você me peça um abraço e a gente se reconcilie”.

Saída do Pânico

No início de setembro do ano passado, Carol Dias surpreendeu a todos ao anunciar sua saída do Pânico. Ela, que estava no humorístico há quase cinco anos atuando como panicat, contou a notícia para seus fãs através do Instagram. Semanas depois do ocorrido – nada tranquilo como pareceu ter sido -, a morena abriu o jogo em seu canal no Youtube.

Veja também:

Ela revelou que se sentia magoada por ter que gravar alguns quadros propostos pela direção do dominical, que saiu do ar em dezembro. “O programa veio com algumas propostas de quadro que eu me perguntava ‘será que é essa imagem que eu quero que as pessoas vejam, será que é legal para mim?’. Algumas coisas que a gente gravava me deixavam muito estressada no sentido de sufocada, magoada, eu chorava às vezes… Sentia muita pressão, mas não por culpa do ‘Pânico’, mas das pessoas”, conta.

A modelo chegou a dizer também que se esforçou bastante nos estudos, e que se preparou para não ficar apenas exibindo o corpo na TV, mas não conseguiu enxergar que teria mais oportunidades. “Quando você entra numa empresa você tem uma hierarquia, você vai estudando, se aperfeiçoando, amadurecendo e aí você realmente está preparado para um cargo novo, mas eu não via isso. Não via motivação.”

Em outro momento do vídeo, a agora ex-panicat confessou que chegou a ter síndrome do pânico por não saber lidar muito bem com a pressão em relação à imagem que as meninas tinham – e ainda tem – que passar. “Comecei a me tornar uma pessoa neurótica, já falei na mídia sobre a minha síndrome do pânico, e foi um erro, queria ficar magra, linda, queria a todo custo ser uma pessoa que na verdade não importava para mim. Aos poucos fui deixando isso suave, leve e para lá”, relembrou.

Carol Dias em entrevista para o canal do Youtube de Rafael Cortez (Foto: Reprodução/YouTube)

Carol Dias em entrevista para o canal do Youtube de Rafael Cortez (Foto: Reprodução/YouTube)

Você também pode gostar