Malhação, Novelas

Estreia da nova temporada de Malhação é rejeitada pelo público nas redes sociais

Uma das temporadas mais bem sucedidas da história de Malhação, Viva a Diferença chegou ao fim na última segunda-feira (5), e com um grande gostinho de quero mais. Sucesso na audiência e um verdadeiro fenômeno nas redes sociais, a temporada assinada por Cao Hamburger será inesquecível na memória dos telespectadores que acompanharam a saga das cinco amigas.

Já nesta quarta (7), a Globo lançou sua mais nova aposta: Vidas Brasileiras. Inspirada na premiada série juvenil 30 Vies, indicada ao Emmy Internacional, do Canadá, a 26ª temporada protagonizada por Camila Morgado, como era de se esperar, teve a transmissão do seu primeiro capítulo que dividiu o público, e consequentemente na audiência. De acordo com dados prévios do Ibope, foram cerca de 16,9 pontos de média, picos de 19 e 29,6% dos televisores sintonizados.

O enredo, que traz como foco da professora Gabriela que acompanha a fundo a vida de cada um dos seus alunos, se tornou alvo de crítica de alguns fanáticos da temporada antecessora. “Eu quero segunda temporada de Viva a Diferença”, pediu uma. “É o primeiro capítulo será que ainda da tempo de trocar a música de abertura?”, questionou outra, desaprovando o tema de abertura. Entretanto, outros depositaram confiança na nova trama. ‘Se tem Camila Morgado então já podemos dizer sem sombra de duvidas que será uma das melhores fases da Malhação”, garantiu uma terceira.

Camila Morgado é a protagonista da história. (Foto: Reprodução)

Camila Morgado é a protagonista da história. (Foto: Reprodução)

Saiba quais serão os temas abordados na nova temporada de Malhação

Escrita por Patrícia Moretzsohn e inspirada na série canadense 30 Vies, a novelinha tenn, a qual contará com 17 protagonistas, abordará vários temas polêmicos, relevantes e bastante atuais para a sociedade.

Veja também:

De acordo com o site Notícias da TV, a trama exibirá histórias envolvendo uma foto nua de uma adolescente que acaba viralizando na internet, o que vai ocasionar em uma tentativa de suicídio por parte da garota e na ajuda recebida pela professora Gabriela (Camila Morgado), assim como na prisão do personagem interpretado por Edson Celulari, que viverá na pele de um empresário corrupto, com o objetivo de mostrar qual será a reação da família após o ocorrido.

Com isso, a filha dele, Pérola (Rayssa Bratillieri), acabará sendo obrigada a mudar os seus modos de vida, tais como andar de ônibus, fato este nunca presenciado antes pela estudante. Será aí então que ela tentará tirar sua própria vida ao tomar remédios, cabendo ao namorado acobertar o fato dos amigos e família.

No mais, o folhetim ainda trará temas como machismo, gordofobia, intolerância religiosa contra a umbanda e candomblé, maternidade precoce, racismo, bullying e assédio. É válido também ressaltar de que a cada 15 dias um desses assuntos entrará em destaque na trama juvenil, com personagens diferentes, que desta vez levará ao ar mais de 300 capítulos, sendo um dos maiores até agora. Além disso, Malhação – Vidas Brasileiras também focará na educação inclusiva e valorização do professor.

Você também pode gostar