Celebridades, Noticia

“Estou apoiando no que posso”, afirma Sula Miranda sobre a greve dos caminhoneiros

Nos últimos dias, Sula Miranda tem honrado o seu título de “Rainha dos Caminhoneiros”, recebido na década de 80. Nas redes sociais, a irmã de Gretchen vem compartilhando vários momentos da greve dos caminhoneiros, que já está em seu oitavo dia.

No sábado, ela esteve na rodovia Régis Bittencourt e levou donativos para os grevistas. “Estamos sentindo na pele apenas um pouco do desconforto, que não é nada comparado as dificuldades que eles sofrem. Pouca estrutura nas estradas, pouco resultado financeiro, ficar longe da família. Estou apoiando no que posso”, declarou em entrevista ao jornal Extra.

Já no domingo, 27 de maio, ela foi às ruas para ajudar. “Também faço um trabalho de evangelização com eles”, disse Sula, que até então tem tirado as doações do seu bolso. “Mas muitos fãs meus pelo Brasil estão fazendo campanha. Se uniram. Também temos o apoio dos donos de churrascaria do posto Km 22. Eles têm doado marmitex aos motoristas”, apontou.

Veja também:

Durante toda a greve, a cantora tem mantido contato com os grevistas e seus familiares: “Falo pelo Whatsapp com as mulheres dos caminhoneiros, com eles”. E ressaltou: “Vamos passar dificuldades alguns dias, mas os caminhoneiros passam há anos. E estão lá parados, sem receber, sem combustível também”. E encerrou dizendo: “Essa história tem que mudar. O transporte tem que ser diferente depois disso tudo”.

Cantora Sula Miranda (foto: Reprodução)

Você também pode gostar