Vai Passar na TV

Em entrevista, Maria Adelaide Amaral fala sobre como é o ritmo de trabalho como autora

Em entrevista ao programa “Donos da História” deste domingo (9), Maria Adelaide Amaral conta que sua maior paixão é trabalhar como autora, mas admite: “O autor de telenovela não tem um segundo de descanso. Não sei o que é isso tem muito tempo”.

Homenageada, ela se surpreende com depoimentos de Gloria Pires e Sophie Charlotte e fala: “É bom demais poder revelar um ator. É uma sensação maravilhosa. Isso é uma das coisas que realmente dão mais alegria nesse trabalho”. Walther Negrão, que também foi entrevistado pelo Canal Viva, concedeu elogios para Maria: “A autora pronta que veio por último foi a Maria Adelaide Amaral”.

A dramaturga destaca nomes memoráveis da teledramaturgia nacional como Ivani Ribeiro e Janete Clair. “A telenovela do Brasil tem uma qualidade extraordinária. Tenho um respeito profundo por Ivani e Janete. Acho as duas extraordinárias autoras. Sinto inveja delas, porque queria, até quando escrevo novelas, ser como elas. Você tem que tirar o chapéu”, comenta.

Veja também:

Ela ainda cita Silvio de Abreu, revelando que aprendeu muito com ele: “Aprendi muito com ele. Foi meu mentor, a pessoa que disse ‘agora você vai escrever uma novela sua’. Ele foi e continua sendo uma pessoa fundamental na minha vida, na minha formação na televisão. Devo muita coisa a muita gente, mas, a ele, mais do que a todo mundo”.

Maria Adelaide Amaral (Foto: Divulgação)

Você também pode gostar