Emissoras, Noticia

Emissoras recusam pagar valor milionário a Globo para direitos da Copa América

Em junho deste ano, no Brasil, acontecerá a Copa América. Vendo a oportunidade, a Globo tentou sublicenciar os direitos de transmissão da competição, no entanto, nenhuma emissora ficou interessada. O canal carioca pediu cerca de R$ 20 milhões, um valor considerado alto pelas concorrentes, já que é um evento curto e sem o mesmo impacto que uma Copa do Mundo. A crise econômica também foi o grande motivo.

Segundo informações do site Notícias da TV, o Grupo Globo comprou a Copa América por R$ 51 milhões junto à Conmebol – Confederação Sul-Americana de Futebol. A emissora estava planejando recuperar o investimento, mas ninguém quis negociar. A Record não foi procurada.

A Globo pediu menos da metade que pagou para poder sublicenciar, mas baixaria o valor proposto inicialmente. Tudo para poder recuperar o investimento e se ajustar a realidade atual da TVs brasileiras, que atravessam uma longa crise. A Band se animou com a possibilidade, mas a sua situação financeira não permitiu ir adiante. A RedeTV! e o SBT disseram que não tinham interesse na competição.

Veja também:

Com exclusividade, a Globo fará uma grande cobertura do torneio, como se fosse uma mini-copa do mundo. Mais de 200 profissionais somente do Esporte, estarão envolvidos, sem contar das áreas técnicas e afiliadas. Serão transmitidas 26 partidas, 11 delas na TV aberta, com exclusividade.

Logo da Copa América 2019 (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar