Emissoras

Emissoras estão preocupadas com a chegada do horário político

As emissoras de TVs estão alegre com o bom impulsionamento que a chuva vem dando para o crescimento da audiência. Isso na prática é bom, pois ajuda um canal a fisgar o máximo possível de público para outras atrações. No entanto, conforme destaca o colunista Flávio Ricco em sua coluna, os executivos das emissoras estão preocupados com um devastador de audiência.

Embora poucas pessoas  se lembrem, 2016 é ano de eleições municipais e juntamente com essas eleições vem  o tão rejeitado horário político que costuma derrubar os números de audiência, já que o público não suporta ter que parar meia hora pela tarde e meia hora pela noite para assistir as promessas daqueles que irão governar a sua cidade.

Veja também:

No entanto, as emissoras não podem fazer muito nesse período, se limitando a acelerar acontecimentos em suas novelas, para evitar uma fuga em massa. Segundo informações do Tribunal Superior Eleitoral, a propaganda eleitoral começará a partir do dia 15 de agosto na TV e rádio. E ainda depois das eleições, vem o horário de verão, que costuma ser outro problema para as emissoras.

Horário político começa dia 15 de agosto (Foto: Reprodução/Internet)

Horário político começa dia 15 de agosto (Foto: Reprodução/Internet)

Você também pode gostar