Emissoras

Emissoras de TV tinham que avisar demissão com um ano de antecedência, sugere colunista

Na semana passada, aqui no Famosos na Web, foi noticiada a série de demissões que vem sendo promovida pelo SBT, cortando pessoas que marchavam ao lado de Sílvio Santos antes mesmo da própria emissora ser criada. Nos dias atuais qualquer empresa pode demitir funcionários, contando que siga exatamente o que determina as leis trabalhistas, logo as emissoras não estão fazendo nenhum ponto fora da curva.

Porém, segundo uma análise do colunista Flávio Ricco, por uma questão de respeito aos funcionários antigos, as emissora deveriam adotar uma aviso prévio de demissão 11 vezes maior que os demais. O jornalista sugere que qualquer funcionário de emissora deveria ser avisado da sua dispensa um ano antes para que desse tempo para assimilar a situação, pois na visão do especialista em TV, o sofrimento de ser demitido do nada é bastante angustiante.

RecordTV e SBT estão demitindo funcionários

A crise que atinge diversos setores da economia, bateu na porta das emissoras de TV há bastante tempo. Por isso mesmo, a melhor forma é apertar os cintos, fazer investimentos inteligentes e economizar o máximo que puder. Diante disso, SBT e RecordTV estão promovendo dispensas em várias das suas áreas. Segundo informações do colunista Flávio Ricco, trata-se de um procedimento normal.

Veja também:

O jornalista destaca que, embora natural, muitos dos prejuízos que SBT e RecordTV teve estão devidamente alinhados a compra da briga com a TV por assinatura, o que resultou um impasse com o mercado publicitário, que desconcentrou investimentos. Não foi informado quantos funcionários perderam seus empregos, mas a informação que se tem é que houveram vários cortes.

Emissoras estão demitindo (Foto: Reprodução)

Acompanhe todas as novidades dos famosos e da TV, em nosso canal no YouTube!

Você também pode gostar