Séries

Emilia Clarke, atriz de Game of Thrones, nega que série seja anti-feminista

Game of Thrones chega a sua sexta temporada e até hoje é cercada por polêmicas e discussões. Entre as mais citadas, o fato de a série ser anti-feminista. Muitos fãs tiveram esta conclusão após uma cena de estupro envolvendo o personagem Sansa Stark.

Emilia Clarke, a Mãe dos Dragões na série, esteve em uma recente entrevista à Etertainment Weekley e negou que a série seja anti-feminista, declarando que as pessoas poderiam está vendo tudo fora do contexto.

“Há tanta controvérsia. E ainda, esta é a beleza da série, a representação da mulher em estágios. Há algumas que são mostradas como objetos sexuais, outras que não tem direito, as que são rainhas de apenas um homem, e há aquelas poderosas e literalmente indomáveis. Dói ver gente falando isso fora do contexto com viés anti-feminista. “Você não pode falar isso sobre a série. As mulheres não são somente iguais, mas têm muita força”, explica a atriz.

Veja também:

A sexta temporada de Game of Thrones tem estreia prevista para o dia 24 de abril no canal HBO.

Emilia Clarke defende Game of Thrones de polêmicas

Emilia Clarke defende Game of Thrones de polêmicas

Você também pode gostar