Noticia, Programas

Em rompimento com a Band, Pânico surpreende com decisão sobre multa milionária

Após cinco anos de muito sucesso, o “Pânico” começou a se desgastar e, por consequência, sofreu com a perda de audiência e anunciantes, o que deixou a Band em maus lençóis. Para se ter uma ideia, a atração, que costumava incomodar a Record e o SBT nas noites de domingo, passou a perder público para a RedeTV, que estava em uma excelente fase com a ascensão do “Encrenca”, programa de formato semelhante ao do “Pânico”.

No entanto, sem uma ideia para reverter a situação, a emissora decidiu que chegou a hora de tirar a atração do ar, já que o programa conta com um time grandioso de humoristas e jornalistas, e muitos boatos de que parte do grupo estava com salário atrasado, já estavam circulando pela internet durante meses. O contrato do humorístico com o canal só venceria no final deste ano, mas, mesmo sabendo que poderia ser obrigada a pagar uma multa milionária, a Band resolveu insistir no rompimento.

De acordo com as informações do colunista Mauricio Stycer, o valor poderia chegar a 3 milhões de reais em um processo que, provavelmente, se arrastaria por anos. Todavia, os líderes da equipe, Emílio Surita e Tutinha, surpreenderam ao aceitarem a rescisão do contrato com a Band sem exigir a multa, mesmo sabendo que seria um direito deles.

Veja também:

A intenção do “Pânico” agora é olhar para frente e seguir a diante. Até o momento, não surgiu convite de nenhuma outra emissora para encaixar a atração em sua programação, apesar de terem surgido muitos boatos de que a Record e o SBT estariam brigando pelo formato. Por enquanto, o programa segue diariamente na rádio Jovem Pan e trabalha para se lançar no YouTube.

Pânico deverá retornar na internet este ano (Foto: Reprodução)

Pânico está fora da TV (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar