Celebridades

Em entrevista, Miá Mello é só elogios ao falar do amigo Fábio Porchat

A atriz Miá Mello, não imaginava que após gravar a série “Meu Passado Me Condena”, com o ator e apresentador Fábio Porchat, há exatos quatro anos, lhe renderia um grande amizade.

Em entrevista ao site “R7”, a atriz revela que os dois tiveram química profissional à primeira vista. “A gente não se conhecia antes. Essa (a série) foi a primeira coisa que a gente fez junto e costumo dizer que foi uma paixão profissional à primeira vista. A gente se deu bem logo de cara. Depois, fomos fazer o filme. Ficamos juntos presos em um navio por 21 dias para as filmagens, fizemos a peça também e já estamos há quase dois anos em cartaz. Aí eu tive a certeza de que seríamos grandes amigos mesmo.”

De acordo com Miá, a intimidade é tanta, que a amizade nem parece ter apenas quatro anos. “Temos uma relação tão próxima que parece que somos amigos há muito mais tempo. É coisa de uma vida inteira. E tudo tem a ver com o jeito com que a gente trabalha. A gente se dá muito bem, ele conhece todo mundo da minha família.”

Porchat, estreia nesta quarta-feira (24), o “Programa do Porchat”, na Record, se segundo Miá, ele é um artista diferenciado. “Ele é o ‘Usain Bolt’ do humor, não dá para comparar com pessoas normais. E, com tudo isso, ainda é um cara muito humilde, generoso. Ele poderia tranquilamente se acomodar, porque já conquistou um pu** reconhecimento, mas ele não é acomodado, é um cara que sabe a importância da labuta. Não é daqueles que faz sucesso em uma coisa e fica surfando no sucesso. Ele é workaholic, mas não no sentido pejorativo. Ele trabalha muito, ama trabalhar e é um gênio. Tudo o que ele faz é muito bom. Ele tem um poder de concretização das coisas que é muito incrível de acreditar.”

Claro que, como amiga íntima, a atriz sabe de muita coisa do ator, e na entrevista, ela revelou algumas de suas manias. “Ele gosta de cheirar livro. É bem engraçado. Ele passa a mão, folheia o livro e cheira. Ele também acha cheiro de fumaça bom. Brinco com ele que até entenderia se ele gostasse do cheiro de gasolina . De cocô de cavalo, que eu gosto, também entenderia (risos). Mas fumaça de caminhão nunca vi na vida. No começo pensei que era brincadeira, mas vi que ele gosta de verdade do cheiro”, diverte-se.

Miá Mello e Fábio Porchat (Foto: Reprodução)
Miá Mello e Fábio Porchat (Foto: Reprodução)