Celebridades

Em entrevista Marina Filizola fala sobre vício em drogas: “Não tinha mais escolha”

Marina Filizola ficou conhecida nacionalmente no ano 2000 como a Internética do “Programa H”, a atração era apresentada por Luciano Huck que logo após assinou contrato com a Globo e foi substituído por Otaviano Costa. Além do programa ela também participou da minissérie “Amazônia, de Galvez a Chico Mendes” em 2007.

Seu último trabalho na Globo foi em 2011 onde participou do reality “Hipertensão”, em uma entrevista para o IG ela revelou sobre o vício nas drogas e como conseguiu dar a volta por cima. A ex-Global ainda está lançando um livro chamado “Leite em Pó” aonde também conta sobre sua vida.

“Eu vi que não tinha mais escolha, ela escolhia por mim. [A situação] ficou inadministrável em 2010. Aos trancos e barrancos eu levava minha vida. Via minha mãe triste, as pessoas ao meu redor se afastando. A droga parou minha vida e tomei uma decisão: ‘Ou eu morro, ou eu tento sobreviver’. Foi nessa época que eu fui pedir ajuda”

Sobre o “Hipertensão” ela disse que foi uma boa experiência já que ficou confinada e não teve contado com nada: “Na época eu estava muito mal e precisava sair daqui, minha vida estava uma loucura. Quando me chamaram para ficar na Argentina confinada, eu falei: ‘É isso’. Passei dois meses super bem. Lá não tive acesso nenhum.”

Marina contou que deu a volta por cima e se livro das drogas
Marina contou que deu a volta por cima e se livrou do vício