Celebridades

Em entrevista, Juliana Paes comenta sobre futuro de Bibi em “A Força do Querer”

No ar atualmente na novela “A Força do Querer”, a atriz Juliana Paes concedeu uma entrevista ao site “UOL” para comentar sobre o futuro de sua personagem, Bibi, que, segundo a autora Gloria Perez, se tornará uma verdadeira bandida só para salvar a vida de Rubinho, interpretado pelo ator Emílio Dantas, após ter descoberto que ele é traficante de drogas.

“A Gloria veio escrevendo uma personagem tão reta, no sentido moral, que, para mim, a virada mais difícil é aí. Agora é o homem dela que faz tudo que ela sempre teve ojeriza. A Bibi vai precisar de tempo e esse tempo quero viver em cena, para digerir. Acho que ela é tão apaixonada que vai bancar isso. Ela não aceita perder a aposta que ela fez. Ele é o pai do filho dela. Ela acha que isso é um desvio, que isso vai passar, que vai tirar ele dessa. Isso fica claro no livro, existe essa premissa de sair, essa promessa de redenção”, relatou.

Em seguida, ela continuou: “Fico me perguntando: será que preparei tudo, que está faltando algum dado, alguma nuance? No meu entendimento está tudo colocado? A gente acompanha as demandas de público, acompanha o que as pessoas estão falando, os comentários nas redes sociais. A coisa que eu mais escuto é: ‘Estou louca para ver a Bibi Perigosa!’. Isso é um dado. Por mais que digam que ela é chata e burra, é uma crítica positiva. Agora a gente não pode frustrar as expectativas”.

Veja também:

Ela também falou sobre o que a estudante fará após ter se decepcionado com o maitrê: “Ela não pensa: ‘Vou abandonar meu marido porque ele é bandido’. Ela pensa: ‘Ele é pai do meu filho’. Ela vai passando por cima, só que, quando ela chega no universo dele, e ele começa a mandar: ‘Faz isso para me ajudar, quebra essa para mim’, tem uma coisa de deslumbre também. Ela começa a viver o mundo que ele estava vivendo sem ela saber”, descreveu.

Acerca da cena em que ela faria com Emílio sobre a revelação de Rubinho, Juliana contou: “Tinha combinado de levar as crianças na escola, mas falei: ‘Vou ler só as ceninhas de amanhã’. Uma hora e meia depois, todo mundo tinha ido dormir, faltava um capítulo. Levantei, fui dar uma volta. Eu precisava subir, mas tinha que terminar de ler. Quando ele diz ‘Eu estava fazendo tráfico de droga’, acabou. Como é que você dorme? Fiquei enchendo o saco da produção depois. É como se a gente estivesse lendo um livro que não está escrito o final”.

Juliana Paes e Emílio Dantas em “A Força do Querer” (Foto: Felipe Monteiro/Gshow)

Você também pode gostar