Emissoras

Diretores do SBT criticam decisão de Silvio Santos e se revoltam com fracasso de “A Usurpadora”

A sétima exibição de “A Usurpadora” foi anunciada de última hora e deixou o público surpreendido. O retorno da trama foi idealizado por Silvio Santos, com o objetivo de alavancar os índices do “Fofocando”, que estava acumulando inúmeras derrotas para a Record. No entanto, a estratégia do dono do Baú não surtiu efeito esperado.

Para reverter este quadro, o folhetim estrelado por Gabriela Spanic teve seu horário de exibição alterado. Se antes a trama era exibida às 13h, apenas para São Paulo e Rio de Janeiro, agora terá transmissão em rede nacional, às 15h15. Entretanto, a decisão do dono do SBT em reprisar “A Usurpadora” pela sexta vez está sendo criticada nos bastidores.

Veja também:

De acordo com as informações da coluna “Zapping”, do jornal “Agora São Paulo”, alguns diretores do canal da Anhanguera acreditam que tenha sido um erro reexibir a novela mais uma vez. Os baixos índices de audiência estão causando incômodo, já que toda a programação posterior da emissora acaba sendo prejudicada com a audiência que recebe.

Nova reprise de "A Usurpadora" é tachada como erro nos bastidores do SBT (Foto: Reprodução)

Nova reprise de “A Usurpadora” é tachada como erro nos bastidores do SBT (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar