Emissoras

Desesperada com crise, Globo assedia Band para voltar a exibir futebol

Intimidada com os afrontamentos impostos por clubes de futebol, que estão obrigando receberem o dobro, e as vezes até o triplo, do que recebiam antes pelos direitos de transmissão, a Globo está vendo aos poucos os cofres esvaziarem e as contas apertarem.

A prova é tamanha que, segundo informa a coluna do Flávio Ricco para o “UOL” nesta quinta-feira, 23 de fevereiro, a Band foi assediada por eles para que voltasse a dividir os custos. Sem condições, os Saad estão descartando retomar com a cobertura dos campeonatos. Se recusando até mesmo a negociar por não haver nenhuma possibilidade, enquanto isso a Globo cada ano mais vê seus lucros descendo a ladeira.

Por consequência, para a TV aberta, a Esporte Interativo está enfrentando a concorrência, e a partir de 2019 virá para estrear um modelo inédito de transmissão, obrigando a emissora carioca a deixar o seu monopólio, e oferecendo melhores propostas.

Principais emissoras não aceitam fazer parceria com a Globo para exibir futebol

Todo mundo está sabendo que a Band não está mais exibindo o futebol devido a crise que rodeia a emissora. Com isso, a Globo está procurando uma nova parceira, porém as principais emissoras procuradas não quiseram fazer a parceria.

Veja também:

Record, SBT e RedeTV! não aceitaram o convite, e a principal desculpa foi o alto custo para manter o evento no ar, e atualmente a ordem é economizar. Especificamente o canal de Silvio Santos tentou alegar a falta de estrutura para recusar o convite, visto que a emissora não investe em jornalismo e esporte, apenas em reprises e novelas enlatadas.

A Globo pede para a nova parceira pagar o equivalente a R$ 140 milhões valor semelhante ao que a Band pagava. Caso não consiga arrumar uma parceira a emissora seguirá exibindo sozinha os campeonatos brasileiros e estaduais dos próximos anos, mas com as contas passando sufoco.

Globo e Band. (Imagem: Divulgação)

Você também pode gostar