Emissoras

Derrotada na Justiça, Record terá que pagar R$ 1,5 milhão de indenização a atriz

Por essa talvez a Record nem esperava, pois em pleno o final do ano, a emissora foi condenada a pagar um valor de 1,5 milhão de reais a atriz Íris Bruzzi. Segundo informações do site Notícias da TV, essa condenação trata-se de uma indenização resultada de um processo trabalhista que a atriz moveu contra a emissora. Nesse processo, Íris acusou a emissora de ter armado um esquema que fez com que ela precisasse abrir uma empresa para burlar as leis trabalhistas.

A atriz conseguiu provar o que disse e contou com o apoio de alguns ex-atores da Record, que passaram pela mesma situação. Na primeira instância, a Record já tinha sido condenada a pagar a indenização, mas ainda assim, o departamento jurídico da emissora optou por recorrer, mas acabaram sendo derrotados mais uma vez, pois o entendimento da Justiça continua o mesmo.

Veja também:

A Record ainda pode apelar mais uma vez, e se quiser pode levar o caso até a cortes superiores, como o Supremo Tribunal Federal. No entanto, o canal já sabe que as chances de vencer o processo são mínimas. Por isso mesmo, Íris, que mora nos EUA, está bastante feliz com o resultado. A atriz, recentemente em entrevista, declarou que se sentiu humilhada quando foi demitida pela Record e faz questão de dizer que ninguém assiste as novelas do canal.

Íris Bruzzi venceu processo trabalhista contra a Record (Foto: Reprodução/Internet)

Íris Bruzzi venceu processo trabalhista contra a Record (Foto: Reprodução/Internet)

Você também pode gostar