Geral

Derrota do Brasil provoca a ira de pessoas e comentaristas da TV

Seleção Brasileira perde de 5 a 0 no primeiro tempo na semifinal contra a Alemanha, com isso o ex-jogador comentarista da Globo, Walter Casagrande, detonou o time de Luiz Felipe Scolari e derramou-se em elogio aos alemães. “Galvão, quanto tempo de jogo temos?, perguntou. “Neste momento, Casagrande, nós temos 38 minutos”. E Casão disparou: “eles têm mais time que a gente, eles jogam melhor que a gente. Taticamente, eles estão mais postados em campo. Nós temos um bando de pessoas correndo dentro de campo. Nós não temos um time.”

“Não temos um time armado, taticamente, sabendo o que vai fazer. Nós não sabemos nada do que tá acontecendo dentro de campo. Só a Alemanha joga. Só tem um time de futebol em campo”, completou ele, visivelmente irritado com o vexatória rendimento do time comandado por Felipão. “É muito triste. Perder é do jogo, isto é futebol, é esporte, é uma Copa do Mundo, mas perder o primeiro tempo dessa maneira, olhando o adversário fazendo um gol atrás do outro, jamais ninguém tinha visto”, também falou forte, o narrador Galvão Bueno, após o término do primeiro tempo patético da Seleção Brasileira, nesta terça, no Mineirão.

No Mineirão

Um torcedor alemão sentiu na pele a agressividade que tomou conta do estádio Mineirão com a goleada da Alemanha sobre o Brasil nesta terça-feira, pela semifinal da Copa do Mundo. Durante um dos gols europeus na goleada por 7 a 1, Eugen Weber levou um soco no ouvido.

A lesão foi grave e ele acabou no centro médico do estádio. Ele perdeu a audição do lado direito imediatamente. Os médicos que fizeram o atendimento não informaram a gravidade da lesão e nem se a perda de audição é permanente.

“Não estou bravo. Mas estou muito triste por não poder ver minha seleção”, disse o alemão. Após os primeiros socorros, o torcedor foi aconselhado a ir até o hospital João XXIII para fazer mais exames.

O caso de Weber ilustra o clima que tomou conta do Mineirão durante a partida. Muitos torcedores foram expulsos do estádio por brigas que eclodiram nas arquibancadas.

Confusão na  Fan Fest com derrota da Seleção Brasileira

Veja também:

Na Fan Fest no centro Recife, depois do terceiro gol da Alemanha, começou uma confusão generalizada. A polícia entrou com cavalaria no meio da multidão e jogou gás lacrimogênio para tentar afastar uma briga. No meio da correira, houve até gente pisoteada. As pessoas ainda seguem um pouco assustadas, alguns estão em pânico, e há muita gente indo embora para casa. A confusão começou ainda antes de o Brasil levar o quarto gol, ainda no primeiro tempo da partida contra a Alemanha, no Mineirão, em Belo Horizonte.

Ônibus incendiados em São Paulo não sabemos informar se isso aconteceu devido a perca do Brasil na Copa

Ônibus foram incendiados em uma garagem na região da Avenida M’Boi Mirim, na Zona Sul de São Paulo, na noite desta terça-feira (8). Segundo a Polícia Militar, o fogo começou por volta das 19h20.

Bombeiros da Zona Sul receberam chamados para incêndio em ônibus na Rua Manuel Pinto Guedes, na região do Jardim São Luiz. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) informou que os veículos estavam desativados.
O local fica perto da Estrada do M’Boi Mirim e do Terminal Guarapiranga. Não há registro de feridos ou presos. A PM também informou que há relato de incêndio de ônibus na Avenida Yervant Kissajikian, 4.600. O chamado ocorreu por volta das 19h20.
De acordo com a GloboNews, há relatos de incêndios em Osasco e em Guaianases, na Zona Leste. Segundo a PM, há relato de ônibus incendiado por volta das 18h40, na Rua Primavera de Caiena, 780, em Sapopemba.
Ainda segundo a PM, uma loja do grupo Ponto Frio, na esquina da Avenida Mateo Bei, em São Mateus, foi saqueada.

No Rio de Janeiro

 

Você também pode gostar