Celebridades

Depois de ser acusado de racismo, Eduardo Costa faz desabafo em rede social

Eduardo Costa, resolveu se pronunciar após ter publicado uma foto com um amigo e chamá-lo de “crioulo”. Neste sábado 10, o cantor publicou vários videos se defendendo.

Ele disse que tem a liberdade de chamar os amigos com apelidos e que o mundo está muito chato. E disse que tem 30 profissionais negros em sua equipe.

“Sou da geração dos anos 90, quando todos nos colocávamos apelidos nas pessoas e ninguém tava preocupado se ia ser processado, se alguém ia aparecer falando que era racismo… A gente vive numa época em que tudo que você expressa ou fala, as pessoas levam ao pé da letra, sabe? Tudo é preconceito, racismo… vão caçar uns siris, se preocupar com coisas maiores, rezar, procurar Deus, é isso que tá faltando pras pessoas. Que povo chato do cara…”, afirmou.

Logo após, Costa fez uma comparação em seu discurso:

Veja também:

“Se você vai pra cama com uma mulher e essa mulher gosta de tomar uns tapas e você bate nela. Você está sendo agressor? Claro que não! É um jeito que vocês se entenderam, então tudo certo. A maldade não está na boca de quem fala, está no ouvido de quem ouve”.

Consequência disso, é que depois das publicações, o cantor foi duramente criticado pelos internautas. “Xingar usando sua cor de pele pra te ofender, mesmo brincando, é um ato racista”, disse um. “Um branco quer me dizer o que é racismo? Ah, vai estudar”, disparou outro.

Eduardo com o amigo que chamou de “crioulo”. (Foto: Instagram/Reprodução)

Você também pode gostar