Noticia, Novelas, O Outro Lado do Paraíso

De volta ao bordel, Caetana dispara: “Quem nasce quenga, morre quenga!”

Nos próximos capítulos de O Outro Lado do Paraíso, em cena prevista para a primeira quinzena de dezembro, o público verá que Caetana (Laura Cardoso), não se contentará em viver longe do seu bordel, ao lado da sua filha. Achando a vida chata, sem emoções, ela vai acabar optando por voltar ao lugar que a deixa feliz. No entanto, ao regressar à casa de saliência, ela encontrará Duda (Glória Pires) no comando.

A mulher ficará surpresa com a volta da ex-proprietária do local. Caetana tentará explicar que sua vida estava chata e que precisava fazer algo diferente, é quando ela sotará a pérola: “Quem nasce quenga, morre quenga!”. É claro que essa fala trata-se de uma referência a personagem Doroteia, interpretada por ela mesma no remake de Gabriela, produzido pela Globo no ano de 2011, que foi escrito pelo próprio Walcyr Carrasco, que, claro, se baseou na obra de Jorge Amado.

Atriz de O Outro Lado do Paraíso se sentiu desconfortável em gravação

Desde a segunda-feira, 27, que a Globo vem exibindo a segunda fase da novela O Outro Lado do Paraíso. No entanto, durante todo esse processo de gravações, uma coisa chamou atenção, que, inclusive, acabou transparecendo os bastidores, segundo informações do colunista Flávio Ricco. Nas cenas em questão, Marieta Severo teve que contracenar com Juliano Cazarré, onde o roteiro previa muita pegação.

Veja também:

No entanto, enquanto o ator se desdobrava para demonstrar confiança em cena, a atriz deixava nítida o seu desconforto, talvez por não ser o tipo de cena que ela faz com frequência. No final das contas tudo acabou dando certo, mas o público mais atento pode notar que faltou talvez um pouco de segurança na veterana atriz da Globo para lidar com esse sequência de cenas entre sua personagem e o garimpeiro.

Caetana em O Outro Lado do Paraíso (Imagem: Reprodução/Globo)

Acompanhe todas as novidades dos famosos e da TV, em nosso canal no YouTube!

Você também pode gostar