Celebridades, Filmes, Noticia

Danilo Gentilli abriu mão de cachê para filme, porém, usou incentivos do governo

O apresentador Danilo Gentilli, em entrevista ao colunista Ricardo Feltrin, falou sobre o filme Como se Tornar o Pior Aluno da Escola, um longa que já foi visto por mas de 500 mil pessoa em todo o Brasil. De imediato, o apresentador destacou que levou 4 anos buscando pessoas e empresas dispostas a patrocinar o filme que foi escrito por ele mesmo, além de ter um roteiro montado por ele.

Embora tenha investido bastante no filme, colocando dinheiro do seu próprio bolso, além de abrir mão do seu cachê, o comediante contou com dinheiro público no financiamento do longa. Ele argumenta dizendo que as empresas patrocinadoras foi quem utilizaram esse meio para financiar o longa. De qualquer maneira, é uma situação que joga contra o comunicador.

Apoiador de uma ideologia mais chegada aos partidos e pensamentos de direita, Gentilli é endeusado por alguns movimentos, como por exemplo MBL, que, por sua vez, critica volta e meia os artistas que recorrem a lei rouanet para captar recursos em prol do filme, algo que, curiosamente, não foi motivo de críticas dessa vez. De qualquer forma, é bom destacar o sucesso do filme em todo o país.

Veja também:

Ainda que a quantidade de salas tenha sido diminuída, nota-se o longa deve fechar o ano no ranking dos mais vistos. Danilo Gentilli reconhece o bom número, dizendo que, por ser um filme diferenciado em alguns aspectos, ele não esperava que fosse ser visto por meio milhão de pessoas. Embarcando nessa tendência, o apresentador já prepara seu segundo filme, com estreia ainda não definida.

Danilo Gentilli financiou filme com dinheiro público (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar