Celebridades

Crise econômica faz cachê de cantores famosos despencar consideravelmente

O Brasil, não é novidade para mais ninguém, tem enfrentado uma crise econômica que tem abalado vários setores. Até mesmo os cantores estão sendo afetados por isso. Para se ter uma ideia Wesley Safadão, que fazia o show mais caro do país, teve que reduzir o preço para se adequar ao atual momento.

O show do cantor cearense que antes era negociado por R$ 500 mil chegando em alguns casos a R$ 800 mil, hoje pode ser acertado por bem menos. Tudo isso tem uma explicação: a maior parte das receitas dos principais artistas tem origem em dinheiro público. São shows de aniversário de cidades e etc.

De acordo com informações do colunista Ricardo Feltrin, do “UOL”, para alguns artistas os shows pagos com dinheiro público representam até 65% do faturamento anual. Devido a crise, boa parte das prefeituras não têm mais dinheiro para bancar esses artistas e com isso eles estão tendo que adequar os valores.

Veja também:

Além de Wesley Safadão, outros cantores como Ivete Sangalo, Gusttavo Lima, Luan Santana, Jorge & Mateus, Claudia Leitte, Victor & Léo e até Roberto Carlos estão passando pela mesma situação. Vale dizer que shows fechados hoje por preços abaixo dos de mercado serão agendados para daqui a vários meses.

Wesley Safadão é um dos cantores mais bem pagos do país

Wesley Safadão é um dos cantores mais bem pagos do país

Você também pode gostar