Emissoras

Copa do Mundo na Rússia será extremamente cara às emissoras de TVs

Ano que vem começa mais uma Copa do Mundo, dessa vez na Rússia. As emissoras oficiais de todo o Brasil já estão se preparando no sentido de logística, e nessa preparação elas já sabem que a Copa da Rússia será extremamente cara, chegando próximo ao custo da Copa do Mundo nos Estados Unidos, que ocorreu no ano de 1994, e que até hoje é tida como a Copa do Mundo mais cara da história.

Dentre as dificuldades das emissoras está justamente a distância entre os estádios e os fusos horários que variam de um para o outro, chegando a 6 horas de atraso. Haverá situações de pura confusão devido as enormes diferenças, e estas que foram alertadas em um encontro realizado recentemente entre os principais executivos das emissoras que têm os direitos de transmissão dos jogos.

Veja também:

Um outro problema tem a ver também com a língua oficial da Rússia. O país é um dos únicos que, assim como o Brasil, não têm outras línguas de uso comum entre a população. Apenas capitais como Moscou e São Petersburgo são as que mais há pessoas que usam outra língua, e isto com certeza pode atrapalhar na agilidade das notícias que serão expressas direto de lá durante a Copa. As informações são do colunista Flávio Ricco.

Copa do Mundo 2018 será na Rússia. (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar