Novelas

Com ideia ousada e inovadora, “Justiça” faz a Globo estrear uma nova forma de fazer novela no Brasil

A TV Globo está se preparando para daqui a menos de um mês, colocar no ar, aquilo que a mesma prefere chamar de novela, apesar de ter apenas cinco semanas de duração. “Justiça”, vem com a ideia de fazer com que o público tenha uma nova percepção a respeito de uma trama. Ainda que não seja uma novidade em outros países, aqui no Brasil, será.

Com a estreia de “Justiça”, a Globo vai levar a mentalidade do público a um patamar de associação, já que o episódio seguinte não irá trazer o desdobramento do anterior. O diretor da trama,  José Luiz Villamarim, explica que um episódio vai mostrar uma história na segunda, mas o desdobramento dela, o público só saberá na sexta-feira, e ele explica porquê.

Veja também:

Ainda que o personagem continue aparecendo ao longo da semana, ele passará a ser uma peça secundária de uma outra história. Será um entrelaço de histórias, que no final das contas, cada uma se encaixará perfeitamente na outra. Trata-se de uma obra engenhosa, conforme afirma o próprio diretor. Com estreia prevista para o dia 22 de agosto, a Globo tem certeza que assim como “Verdades Secretas” e “Liberdade, Liberdade”, “Justiça” será um sucesso.

Adriana Esteves será Fátima, em "Justiça" (Foto: Divulgação/Globo)

Adriana Esteves será Fátima, em “Justiça” (Foto: Divulgação/Globo)

Você também pode gostar