Emissoras

Com “Fórmula 1” em baixa, Galvão Bueno desiste de narrar Grande Prêmio da Europa

Na época em que Ayrton Senna era vivo e corria pela “Fórmula 1” o brasileiro tinha uma grande motivo para não perder nenhum Grande Prêmio. Anos depois, sem um grande representante do nosso país na modalidade, o número de pessoas que ainda assistem a competição vem caindo a cada nova corrida.

Em uma década, a F1 perdeu mais de 50% de sua audiência na Globo, e está perdendo espaço no canal. Se em 2005, a competição marcou média de 15,8 pontos, hoje não passa dos 7 pontos. Devido a baixa audiência, a Globo quase não tem mais transmitidos os treinos e já deixou de exibir algumas corridas ao vivo.

O fato é que até Galvão Bueno, que é apaixonado pela modalidade, tem deixado de narrar alguns dos principais Grandes Prêmios, como o transmitido neste domingo, 19 de junho, um dos preferidos dele. A narração foi feita por Cléber Machado, enquanto Galvão está nos Estados Unidos passeando com sua esposa.

Veja também:

Ele está por lá desde a eliminação do Brasil da Copa América. De acordo com informações da colunista Keila Jimenez, do “R7”, Galvão Bueno aos poucos está deixando de narrar as corridas da F1. Assim como a Globo tem dado cada vez menos espaço para a competição que já não vem mais agradado aos brasileiros.

Galvão Bueno é um apaixonado por "Fórmula 1'' (Foto: Divulgação/Globo)

Galvão Bueno é um apaixonado por “Fórmula 1” (Foto: Divulgação/Globo)

Você também pode gostar