Programas

Com baixa audiência, “Vídeo Show” veta mulheres mas emissora nega

Apesar de várias mudanças, com o objetivo de alavancar a audiência, o “Vídeo Show” continua sendo um grande motivo de preocupação para a Rede Globo. Com a saída de Monica Iozzi, que deixou o programa para seguir a carreira de atriz, a atração adotou um rodízio de apresentadores, causando assim o ‘desaparecimento’ de algumas mulheres do vespertino.

De acordo com o colunista Gabriel Perline, do jornal “O Estado de S.Paulo”, após cinco meses, desde que estreou o revezamento, três das quatro apresentadoras sumiram da atração, mesmo que, a emissora não assuma. No momento, apenas a veterana Susana Vieira continua na bancada, às quintas-feiras. Maíra Charken, que tinha a missão de substituir Monica Iozzi, não vingou. Giovanna Ewbank deixou a emissora pois seu contrato não foi renovado. Já Alinne Prado, a ex-Globeleza, só aparece em reportagens.

Veja também:

Em resposta, a Rede Globo afirmou que não houve nenhum tipo de ‘rebaixamento’ das mulheres, e que Alinne e Maíra podem voltar à bancada em futuras oportunidades.

Vídeo Show (Foto: Reprodução)

Vídeo Show (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar