Celebridades

Cobertura de greve ajuda Record a alavancar audiência

A greve dos caminhoneiros não está apenas afetando a grade de algumas emissoras (como a TV Aparecida), mas também está, indiretamente, mexendo com o ibope da TV aberta. Graças ao espaço dado ao jornalismo na cobertura da greve, a RecordTV obteve a vice liderança na média de ibope 24 horas desde a última sexta-feira. A emissora ainda está longe de vencer a rival na média mensal e também na anual, porém (leia mais abaixo).

Desde sexta, enquanto a Record interrompeu a programação normal para cobrir a greve dos caminhoneiros, o SBT manteve a grade congelada. São quatro dias consecutivos da Record à frente da TV de Silvio Santos em SP (cinco no Painel Nacional de Televisão). A Globo, obviamente, segue líder.

Embora temporário, esse pode ser considerado um feito pois a Record abre mão diariamente de quatro horas de audiência devido ao espaço que vende para a Igreja Universal nas madrugadas. A programação religiosa derruba o ibope da emissora para pouco mais de 1 ponto, e o SBT abre vantagem justamente nesse horário com o mesmo remédio: jornalismo.

Veja também:

segundo o colunista Ricardo Feltrin, como dito anteriormente, na média mensal (até dia 28) a Record ainda está em terceiro lugar na média das 24 horas: 5,7 x 6,4 pontos. A Globo segue em primeiro com 14,2 pontos (cada ponto na Grande SP vale por cerca de 72 mil domicílios). Por outro lado, a Record ainda é vice no chamado horário comercial da TV (das 7h à 0h). Nessa faixa ela vence por pouco 7,5 x 7,3 pontos. A Globo lidera com 16,6 pontos.

Programa Hoje em Dia (foto: Reprodução)

Você também pode gostar