Celebridades

Claudia Raia se posiciona após climão ao vivo com Eriberto Leão

Na semana passada, Claudia Raia teria protagonizado um climão ao julgar uma performance de Eriberto Leão. Os dois trocaram farpas e tentaram contornar a situação com comentários educados, mas a saia justa ficou nítida. No entanto, no “Faustão” deste domingo, 04 de junho, Raia tentou se explicar.

Em primeiro lugar, tudo que a gente faz aqui é com muito carinho e respeito, até porque [todos] são colegas nossos. E o Eriberto Leão acabou de fazer par romântico comigo em um pedacinho de ‘A Lei do Amor’, é uma pessoa que eu adoro, que respeito, e justamente por isso eu me vi na liberdade de desafiá-lo. Por quê? Porque nós, atores, estamos sempre na berlinda, quase caindo. É preciso estar preparado para fazer qualquer tipo de personagem. E o Eriberto é um ator que tende a cair nesta temperatura. Talvez porque ele nunca tenha sido desafiado, ou porque, talvez, nunca tenha aparecido na mão dele um personagem que ele pudesse mostrar. E eu acho que aqui é a chance de ousar, de errar, de se desafiar e fazer aquilo que nunca fez“, se explicou a jurada do “Show dos Famosos”.

Entenda o caso

Com uma crítica pesada, Claudia Raia acabou levantando a fúria de Eriberto Leão ao julgá-lo após sua apresentação no “Show dos Famosos”, do “Faustão” do último dia 28 de maio. O climão se iniciou quando a atriz e jurada do quadro se referiu a ele como se estivesse em uma zona de conforto, e que teria de promover um show, dando a entender que até o momento não estaria se saindo bem em suas apresentações.

Veja também:

Eu queria te propôr um desafio daqui para frente: eu queria que você saísse um pouco desse lugar do Belchior, do Bob Dylan, queria vê-lo fazendo show, eu queria que você cantasse uma música mais energética. Eu quero que você me surpreenda e que eu levante da cadeira ‘doida’. O Belchior é um artista que está no seu coração (e é maravilhoso!), mas eu quero ver você me surpreender“, julgou Raia.

No entanto, Eriberto fechou a cara e a rebateu aceitando o desafio. “Com todo o respeito, uma questão: quando eu aceitei [o convite para participar do quadro] foi para homenagear os artistas do meu coração. O que eu quero dizer é que esses artistas precisam chegar. Eu faria no teatro todos esses, mas, assim, a minha personalidade artística é muito clara e coerente nesse sentido. São os artistas que eu escuto, que me alimentam a alma“, disse o ator, que recebeu a menor nota da bancada do júri vinda de Raia.

Eriberto Leão e Claudia Raia durante as gravações de “A Lei do Amor”, na Globo (Imagem: Divulgação)

Você também pode gostar