Celebridades, Noticia, SBT

Celso Portiolli se declara apoiador de Bolsonaro e avisa que ”a Venezuela é logo ali”

O SBT lançou diversas vinhetas que acabaram polemizando, os pequenos vídeos de cunho nacionalista virou motivo de incomodo aos eleitores do candidato perdedor. Acontece que o próprio Silvio Santos teria dado a ordem de colocar no ar as mensagens no ar, até porque já é de costume do seu canal se posicionar sempre ao lado do Presidente da República.

Como um bom funcionário, Celso Portiolli saiu em defesa de sua empresa e do seu patrão e acabou gerando discussões no Twitter. O Site NaTelinha postou a notícia que o ”PT entrou com uma regulamentação contra o SBT exigindo a retirada da vinheta que remete a ditadura”, o apresentador se incomodou e defendeu sua rede de trabalho.

”Para quem não ama o Brasil, a Venezuela fica logo ali”, avisou em resposta o comandante do Domingo Legal e ainda confirmou seu total apoio a Jair Messias Bolsonaro. Um internauta questionou o fato do artista fazer piadas com a ditadura e votar no candidato do PSL. “É pior apoiar e dar dinheiro do que só apoiar”, respondeu Portiolli e apagou minutos depois.

Veja também:

Outro usuário insinuou que Celso estaria defendendo o líder do Poder Executivo por ter interesses financeiros. Segundo informações do Notícias da TV, a Havan que está apoia o Bolsonaro é uma das principais patrocinadoras do dominical do Sistema Brasileiro de Televisão.  Sempre descontraído, o queridinho do dono respondeu: “dinheiro é assim mesmo. A gente faz cada coisa”.

Celso Portiolli apresenta o Passa ou Repassa dentro do Domingo Legal (Foto: Divulgação/SBT)

Celso Portiolli,defendeu a campanha nacionalista do SBT (Foto: Divulgação/SBT)

Você também pode gostar