Emissoras, Noticia

Caso Eloá: Há 10 anos emissoras de TV disparavam na audiência com cobertura da tragédia

Um namorado doente de ciúmes e uma jovem de apenas 15 que foi mantida refém e assassinada de forma cruel por ele, até parece sinopse de alguma novela da Globo, mas é o caso de Eloá Pimentel.

A tragédia completou 10 anos neste sábado 13/10, e segue fresca na memória da população, principalmente pela grande cobertura que as emissora de TV fizeram na época, a cena mais marcante foi o momento em que Eloá surgiu na janela e pediu paciência aos policiais que negociavam sua soltura.

Todos os dias em que a jovem ficou mantida refém as principais emissoras do país acompanharam. Na época o total de televisores ligados na Grande SP no final de semana foi 15% maior do que no anterior. No sábado, a média de televisores foi de 46%, a maior dos últimos dois meses.

A média da Globo no domingo, das 7h à 0h, subiu de 16 para 20 pontos, um crescimento de 25%. A Record cresceu de 7 para 10 pontos de média. Até a Record News saiu do traço e saltou de 0,3 para 1,0 no sábado, deixando a Gazeta para trás e encostando na Rede TV!.

Veja também:

Na sexta, com o caso, a Record chegou a bater a novela das seis da Globo que na época era Negócio da China e empatou com a das sete, Três Irmãs. Já no sábado, a Record liderou durante toda a manhã, com média de 15 pontos e chegou a bater o programa de Xuxa Meneghel por 16 pontos a 9 durante o confronto.

 

Tragédia completou 10 anos (Foto: reprodução)

Você também pode gostar