Celebridades

Caso Ana Hickmann sofre nova reviravolta na Justiça

A Justiça de Minas Gerais acabou de “desenterrar” todas as mágoas e feridas deixadas por uma situação que chocou o Brasil. Em maio de 2016, Ana Hickmann sofreu um atentado em um hotel, e um suposto fã a-ameaçou de morte em um episódio com cenas macabras.

De acordo com informações de portais mineiros, as autoridades querem que o crime seja todo reconstituído. A atitude servirá para julgar se Gustavo Henrique Bello Correa, cunhado da apresentadora, pode cumprir pena por ter matado Rodrigo Augusto de Pádua, homem que invadiu o quarto de Hickmann e recebeu três tiros na nuca.

A defesa da apresentadora solicita que a reconstituição seja realizada por peritos de São Paulo. Enquanto isso, Correa sofre o risco de ser acusado de homicídio doloso, já que a promotoria o-acusa de ter excedido da condição de legítima defesa ao ter feito mais de um disparo.

Ana Hickmann sofreu atentado em maio de 2016 (Foto: Record)

Veja também:

 

Você também pode gostar