Globo, Noticia, TV

Carrasco de William Waack entra na Globo e posta foto sentado na bancada de jornal

No mês passado, com o vazamento das imagens onde William Waack aparecia fazendo comentários de teor racista, muita gente quis saber de quem se tratava. Em seguida, soube-se que tratava-se de Diego Rocha, um ex-funcionário da emissora, que vazou tudo para a imprensa depois de perder seu emprego. Depois de todo esse terremoto, a emissora acabou sendo surpreendida com uma foto onde Rocha aparece dentro da redação de jornalismo em São Paulo, sentado na bancada do Jornal da Globo.

Bastante ousado e debochado, ele ainda deu ironizou com uma hastag na qual disse que se for chamado para comandar o telejornal, ele poderá pensar no assunto. Imediatamente, a chefia da Globo propôs e continua fazendo uma análise minuciosa nas câmeras de segurança. A ideia é saber quem tirou fotografou, quem facilitou a entrada do ex-funcionário e porque ninguém percebeu que ele estivesse ali. Tudo deixa a crer que trata-se de uma foto recente, já que a o layout de arrumação está em um padrão que foi feito há pouco tempo. De qualquer maneira, quando a emissora descobrir quem está por trás dessa ousadia, uma coisa é certa: Haverá demissão ou até demissões. Segundo o colunista Ricardo Feltrin, o clima é de tensão. A emissora ainda poderá acionar o ex-funcionário na Justiça, já que ele entrou em um espaço que não deveria estar.

Diretor da Globo fala sobre afastamento de William Waack

Após um vídeo envolvendo o jornalista William Waack ter sido vazado na internet há pouco tempo, onde o mesmo chega a chamar um cidadão americano de negro nos bastidores da cobertura das eleições presidenciais dos EUA, em 2016, o mesmo acabou vendo sua imagem se tornar alvo de inúmeras rejeições por parte dos telespectadores, que o acusaram de racismo. Nisso, o apresentador do Jornal da Globo chegou a ser afastado de suas funções na casa por tempo indeterminado.

Veja também:

Meses depois do ocorrido, Sergio Valente, diretor de comunicação da TV Globo, resolveu então se pronunciar sobre o assunto, em uma entrevista concedida ao site Notícias da TV, onde chegou a declarar que tanto o ator José Mayer (acusado de assediar uma figurinista) quanto Waack mereceram levar uma punição da emissora carioca.

“A Globo tem uma missão, que está escrita há muito tempo, um compromisso que ela assumiu como empresa. De respeitar a diversidade, o talento, essa tremenda cor brasileira. Para ser respeitoso com o que você é e com o que pretende ser, tem que doer quando precisa doer”, justifica ele, se relacionando aos princípios éticos adotados pelo canal.

Diego Rocha entrou na sede da TV Globo (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar