Celebridades

Carol Dias explica motivos da sua saída do “Pânico”

No início do mês, Carol Dias surpreendeu a todos ao anunciar sua saída do “Pânico”. Ela, que estava no humorístico após quase cinco anos atuando como panicat, contou a notícia para seus fãs através do Instagram. Semanas depois do ocorrido – nada tranquilo como pareceu ter sido -, a morena abriu o jogo em seu canal no Youtube.

Ela revelou que se sentia magoada com ter que gravar alguns quadros propostos pela direção do dominical, que está perdendo grandes nomes a cada ano. “O programa veio com algumas propostas de quadro que eu me perguntava ‘será que é essa imagem que eu quero que as pessoas vejam, será que é legal para mim?’. Algumas coisas que a gente gravava me deixavam muito estressada no sentido de sufocada, magoada, eu chorava às vezes… Sentia muita pressão, mas não por culpa do ‘Pânico’, mas das pessoas”, conta.

A modelo disse também que esforçou bastante nos estudos, e que se preparou para não ficar apenas exibindo o corpo na TV, mas não conseguiu enxergar que teria mais oportunidades. “Quando você entra numa empresa você tem uma hierarquia, você vai estudando, se aperfeiçoando, amadurecendo e aí você realmente esta preparado para um cargo novo, mas eu não via isso. Não via motivação.”

Veja também:

Em outro momento do vídeo, a agora ex-panicat confessou que chegou a ter síndrome do pânico por não saber lidar muito bem com a pressão em relação à imagem que as meninas tinham – e ainda tem – que passar. “Comecei a me tornar uma pessoa neurótica, já falei na mídia sobre a minha síndrome do pânico, e foi um erro, queria ficar magra, linda, queria a todo custo ser uma pessoa que na verdade não importava para mim. Aos poucos fui deixando isso suave, leve e para lá”, relembra.

Carol Dias (Foto: Reprodução)

Acompanhe todas as novidades dos famosos e da TV, em nosso canal no YouTube!

Você também pode gostar