Celebridades

Caio Blat defende José Mayer sobre assédio

O caso de assédio que o ator José Mayer cometeu a figurinista Susllem Meneguzzi Tonani foi repercussão durante o dia. Além de protestos como forma de apoio a profissional entre celebridades e funcionárias, diversas outras celebridades comentaram sobre o assunto.

O ator Caio Blat, durante o lançamento da nova supersérie das 23h da Globo, “Os Dias Eram Assim”, deu sua opinião sobre o acontecimento. “Não estou sabendo dessa decisão de afastá-lo, mas não acho certa”, disse o ator. “José Mayer é uma pessoa que a gente conhece. A declaração que ele deu hoje foi brilhante. A forma como ele se colocou foi perfeita. Ele não representa ameaça a ninguém. Fez uma brincadeira fora de tom, e na presença de outras pessoas. Não houve intimidação”.

Ao ser questionado se o mesmo acontecesse com a sua esposa, a atriz Maria Ribeiro, o global respondeu: “A Maria passa por isso diversas vezes, me conta. Ainda faz parte da nossa cultura. Ainda mais quando existe uma relação hierárquica. Existe essa tomada de consciência e a mobilização de hoje foi importante. Uma brincadeira que talvez as pessoas estejam acostumadas porque sempre foi assim. A campanha foi muito legal, todo mundo se engajando. Existe essa questão de outras gerações”, respondeu.

(Foto: Reprodução)

Letícia Sabatella comenta sobre polêmica

O assédio cometido por José Mayer à figurinista Susllem Tonani é o assunto mais comentado entre os internautas nesses últimos dias. Diversas celebridades e funcionárias da Globo prostestaram sobre a atitude do veterano e movimentaram a internet nesta terça-feira (4).

A atriz Letícia Sabatella utilizou suas redes sociais para comentar sobre o caso. “José Mayer não se emenda”, escreveu a atriz. “Não mais à cultura do machismo. Uma cultura que precisa ser transformada urgentemente, através de alertas como este. Esclarecimento, reavaliação, pedido de desculpas, punições necessárias. Precisamos de uma mudança de olhar, vigiar o ego sobre a sensação de superioridade sobre o outro”, escreveu.

“Quando sentimos medo ou desconforto não produzimos tão bem, não conseguimos criar tão bem, somos podados em nossa espontaneidade e na nossa criatividade. Basta de opressão. Basta de humilhação. Somos colegas de trabalho, somos amigos, somos parceiros, muitas vezes irmãos, parentes próximos, vizinhos. Não há nenhum ‘monstro’ e nenhuma ‘louca’. São nossas irmãs, são nossos irmãos”, continuou. “Precisamos nos aprimorar como sociedade”, finalizou a global.

Protesto apoiando figurinista assediada por José Mayer, repercute

Veja também:

A fotógrafa e produtora Catarina Rangel foi a grande idealizadora do protesto em apoio à figurinista Susllem Meneguzzi Tonani, que denunciou o assédio que sofreu do ator José Mayer. O ato foi motivo de movimento nos bastidores da Globo nesta terça-feira (4).

Diversas funcionárias circularam nos estúdios, utilizando a camisa com a legenda: “Mexeu com uma mexeu com todas”, na zona oeste do Rio de Janeiro, em Curicica. “Pensamos em uma camisa, para chamar a atenção e a partir disso pudemos dialogar. O grupo cresceu em poucas horas. De tão cheio, não cabia mais ninguém e resolvemos virar um grupo no Facebook. A proporção que isso tomou saiu do meu controle e encheu meu coração de alegria e amor. Mexeu com uma, mexeu com todas. Obrigada a todas as mulheres que colaboraram para esse lindo movimento. Vistam suas camisas e vamos unidas lutar por mudanças, pois sim, elas estão por vir!”, disse Catarina.

O grupo inicialmente criado nas redes sociais com apenas 15 mulheres como membras, atualmente já contam com mais de 200, incluindo as atrizes globais Drica Moraes e Sophie Charlotte. “Nos deram total apoio para aderir o protesto. No grupo temos inclusive alguns membros da direção da Globo”, disse uma funcionária.

A repercussão, como era de se esperar foi e está sendo grande. Taís Araújo, Mel Lisboa e Deborah Secco, que já atuaram com José Mayer em outras novelas, aderiram a campanha em suas redes sociais. “Isso tem que parar. Demorei muito tempo para per

Você também pode gostar