Emissoras

Bomba do Dia: Record afasta apresentador que chamou Ludmilla de macaca e pobre

O apresentador do “Balanço Geral DF” acabou cometendo um grave deslize o qual provocou uma censura. A Record anunciou no final desta manhã de quarta-feira (18) que Marcão do Povo, assim conhecido o jornalista que comanda o formato exibido na hora do almoço para todo o compartimento do Distrito Federal, está temporariamente afastado. O quadro “Hora da Venenosa”, em que ele fez o comentário polêmico, também foi suspenso.

A determinação veio do alto escalão da emissora, que reagiu devido a uma fala desconfortável a qual ele deixava claramente a entender que era racista e preconceituoso, chamando Ludmilla de “macaca” e pobre. Temendo o boicote de mais um artista, desta vez os bispos resolveram ficarem do lado dos famosos. A cantora acionou seus advogados e quer processar os autores do episódio (a emissora e o apresentador).

Diante de tamanho escândalo, a Record não se viu em outra posição se não a de tirá-lo enquanto há tempo. Um comunicado oficial a ser divulgado nas próximas horas esclarecerá melhor qual será o destino de Marcão, que é bastante querido pelos brasilienses e por Goiás, de onde ele foi retirado de uma afiliada da Band e contratado para assumir o telejornal que está sendo comandado agora por Dionísio Freitas.

Marcão exagerou no comentário que fez durante o “Balanço Geral DF” (Foto: Reprodução)

Entenda o episódio com o apresentador da Record

Na tarde desta terça-feira (17/01), Ludmilla acabou virando assunto no “Hora da Venenosa”, apresentado dentro do “Balanço Geral DF”.

Porém, o que chamou a atenção foi uma declaração dada ao vivo pelo apresentador, Marcão, que chegou a chamar Lud de ‘macaca’, quando comentou o fato dela se negar a tirar foto com um garoto na praia. A declaração não pegou nada bem e repercutiu negativamente nas redes sociais.

Em determinado momento o contratado da Record disparou: “É uma coisa que não dá para entender. Era pobre, macaca…pobre, mas pobre mesmo. Eu sempre falo para os meus amigos: eu era pobre e macaco também. Eu era não…eu sou rico hoje, de saúde, graças a Deus“.