BBB

“BBB17”: Sisters falam sobre saudades e medos de voar

Vivian, Emilly, Roberta e Ieda estavam conversando na casa mais vigiada do Brasil quando a gaúcha revelou: “Tô com saudade do aeroporto. Ai que saudade! Eu estava indo toda hora para São Paulo. Eu adoro viajar, eu amo o céu!”.

Depois de ouvir tal comentário, Ieda avisa que está indo dormir e Roberta diz às sisters que tem medo de voar em um avião. E mas revela que mesmo com esse medo, ela ainda viaja e fala para as colegas de confinamento da vez que viajou com a vó: “Minha vó estava dormindo e teve turbulência no avião. Ok! Quando a aeromoça sentou, eu falei: ‘Bom, agora complicou!”.

Emilly e Vivian então começam a rir, e a estudante de serviço social acrescentou: “Falei: ‘Senhor, obrigada pelos meus 18 anos, obrigada pela viagem”.

Mãe de Roberta fala sobre a filha: “Execrada por ser preta e gorda”

Indicada pelo líder Marcos no paredão formado na noite deste domingo (12), Roberta é a mais favorita a ser eliminada nesta berlinda. A mãe da estudante, Janete Diniz, prefere não falar sobre a possível rejeição que a filha sofrerá, caso saia do “BBB 17”.

Veja também:

Segundo ela, no entanto, os ataques que vêm recebendo pelas redes sociais da sister vão muito além dos R$ 1,5 milhão: ela vem sofrendo racismo e gordofobia.

“Desde a segunda semana, tenho sofrido toda sorte de ataques. Já a chamaram de jamanta, negra fedida, já mandaram foto de gorila. Tenho print de tudo, a maioria de perfis fake. São coisas que hoje não estão doendo, mas quando começaram os ataques, eu sentia dor no peito, tomava remédio para me acalmar. Quase morri, mas agora estou tentando assimilar, digerir tudo isso. E espero que a Roberta continue militando na casa, porque a realidade é essa. É o que as meninas vão sofrer na escola, é o que as pessoas passam no trabalho. Ela foi execrada por ser preta e gorda, e isso me machucou muito”, revelou ela.

“As pessoas ainda estão falando do sétimo voto [em Mayara], tanta coisa aconteceu, eu não consigo entender. Em relação ao voto na Emilly, elas já tinham se afastado, já estavam quebrando o pau . Se a Emilly tivesse votado nela, estava tudo certo. Nós que somos pretos sabemos que sofremos preconceito, nem sempre quem é racista tem consciência disso. É muito difícil a pessoa dizer: ‘Não gosto de você porque você é preta’, mas vai te afastar, não vai te dar uma vaga. Num jogo que pode votar, o povo coloca para fora. As pessoas vomitaram”, comentou ela sobre as atitudes de Roberta.

(Foto: Reprodução)

Você também pode gostar