Band nega que fará demissões com fim das transmissões do futebol

Desde o anúncio do retorno do monopólio da Globo com as transmissões do futebol após a Band informar que não iria adquirir os direitos do “Campeonato Brasileiro 2016”, muitos boatos começaram a circular nos bastidores do Morumbi.

Na sede do canal, a tensão é aparente sobre a possibilidade de novas demissões em massa para compensarem a baixa no conteúdo que agora não faz mais parte da programação. Justificando que deixaria as coberturas por conta da crise, muitos entendem como um alerta de uma nova era. Porém, o jornal “Folha de S. Paulo” esclareceu melhor vários pontos entreaberto.

O maior deles é de que uma das motivações para a tomada de decisão da emissora foi a queda de 15% nos investimentos publicitários, tornando uma defasagem tamanha e que não permitia com que os custos dos 76 jogos das 38 rodadas compensassem, deixando o lucro “na berlinda”. Em contato com a assessoria, os Saad aproveitaram para negar que fariam qualquer demissão com o fim das transmissões, amenizando assim a preocupação nos bastidores.

(Campeonato era exibido pela emissora desde 2007)
(Campeonato era exibido pela emissora desde 2007)
Curtidas
Diiego
Curitibano e fundador do site Famosos na Web, sou apaixonado pelo mundo virtual.