Emissoras, Noticia, SBT

Ausência do Sport na Copa do Nordeste faz diretor do SBT acusar a Globo de boicote

O SBT, mais uma vez, conseguiu adquirir os direitos da Copa do Nordeste, torneio que é disputado entre os clubes da região anualmente. Assim como em 2018, em uma parceria feita com o extinto Esporte Interativo e a Liga do Nordeste, a emissora de Silvio Santos continuará, em 2019, com as transmissões do evento, que antes era exibido pelas emissoras da Globo no Nordeste, até 2017.

Com seis dos principais clubes já confirmados na disputa, que carinhosamente é chamada de Lampions League, dentre eles Bahia, Vitória, Ceará, Fortaleza, Santa Cruz e Náutico, o diretor do SBT Nordeste, Cyro Thomaz, veio a público fazer sérias acusações contra a emissora carioca, revelando seu descontentamento com a concorrente, ao afirmar que ela realizou uma espécie de sabotagem/boicote para que o time do Sport se recusasse a participar do campeonato.

No entanto, a equipe de Recife, que não foi incluída na edição 2018, também ficará de fora no próximo ano. “O Sport não participou do campeonato em 2018 por influência direta da Globo”, declarou Cyro, que ainda completou: “Fizemos um almoço nesta semana com todos os presidentes dos clubes participantes para desmentir os boatos de que a Copa não ia acontecer e assegurar a todos que, sim, a Copa do Nordeste vai existir em 2019 com a transmissão do SBT”.

Em seguida, Thomaz também afirmou que a Globo é capaz de tudo para atrapalhar e desviar o foco dos telespectadores caso alguma importante competição de futebol, como é o caso da Copa do Nordeste, esteja sendo veiculada por alguma outra emissora concorrente.

“A Globo não trabalha no cenário futebolístico com a possibilidade de que um torneio importante seja exibido por uma concorrente. Ela é capaz de criar um campeonato paralelo, se for o caso, só para inviabilizar a transmissão das outras emissoras.”

Em contrapartida, a assessoria do canal dos Marinho se defendeu das acusações feitas por Cyro Thomaz e enviou uma nota à imprensa dizendo que “não interfere nas decisões dos clubes de participarem ou não de competições: isso cabe a cada clube”.

No mais, segundo informações divulgadas pelo site Notícias da TV, dirigentes do Sport Clube Recife chegaram a comentar reservadamente que a competição é deficitária, por isso o motivo da desistência, afirmação esta que, por sua vez, foi feita de forma contrária pelos demais times que participam da CN.

Veja também:

Vale ressaltar que o Sport já ganhou por três vezes a taça de campeão do Nordeste, e que, no início deste ano, quase fechou um contrato para ter seus confrontos transmitidos pelo Esporte Interativo, a partir de 2019, na TV fechada, feito este que acabou não acontecendo. O clube, no entanto, cedeu aos valores ofertados pela Globo.

Sobre o torneio

Na última terça-feira (18), o SBT, em parceria com a CBF, anunciou a transmissão da Copa Nordeste 2019, que terá início no fim de janeiro e terminará no mês de maio. Na primeira fase do campeonato, os 16 clubes disputarão um lugar na competição, já que 8 passarão para a segunda fase. Os jogos serão exibidos nas terças, às 21h45, e aos sábados, às 16h00, para a região.

Graças ao ótimo desempenho em audiência, o Nordestão foi mantido na grade das emissoras afiliadas. Apenas nas três principais praças de Fortaleza, Bahia e Recife, o SBT ficou em primeiro e segundo lugar no Ibope com a exibição dos jogos. Foram 30 horas de transmissão, alcançando 330 milhões de espectadores na região Nordeste.

A Bahia, por exemplo, registrou a melhor média de audiência, com 10,2 pontos, seguida por Fortaleza, com 8,8 pontos, e Recife, que obteve 7,3 pontos de média. Além disso, os comerciais tiveram um bom retorno em 2018, com anunciantes de nível nacional como Schin, Net/Claro, Cachaça 51 e O Boticário. Em 2019, serão adicionados mais seis patrocinadores.

“A transmissão da Copa Nordeste é um fator de extrema importância que agrega à nossa programação, pois o futebol não é um produto comum em nossa grade. Com isso, conseguimos atrair anunciantes variados, além de consolidar a presença da emissora na vida das pessoas, cumprindo o papel fundamental de um veículo de comunicação”, declara o Diretor Comercial do SBT, Marcelo Parada.

Você também pode gostar