Celebridades

Atriz global é massacrada por homofóbicos após beijo gay

Mais uma artista não quis ficar de fora dos posicionamentos contra a decisão da Justiça do Distrito Federal, que autorizou o tratamento da homossexualidade como doença. Conforme expresso anteriormente aqui pelo Famosos na Web, Flora Diegues publicou fotos beijando Bruna Marquezine e Tatá Werneck, ambas colegas de elenco de “Deus Salve o Rei”, próxima novela das sete. Porém, não demorou muito para os homofóbicos darem as caras nos comentários da postagem.

Deus não aprova isso e pronto!“, exclamou uma seguidora. “Que nojo“, comentou um. “Realmente estamos chegando ao fundo do poço!”, opinou outro homofóbico. Por outro lado, houve um verdadeiro batalhão de pessoas revoltadas com os posicionamentos de teor agressivo e preconceituoso. Uma das respostas aos homofóbicos rendeu milhares de curtidas, e dizia o seguinte: “O que afeta na sua vida pessoal se um homem se deita na cama com outro ou se uma mulher se deita na cama com outra? O que muda na sua vida? Se isso te afeta é porque existe algo de errado em você, vive sua vida e deixe cada ser humano ter seu livre arbítrio!“.

Reações de outros famosos em protesto à decisão de tratar gays como doentes

Uma decisão tomada nesta última sexta-feira, 15 de setembro, pelo juiz federal Waldemar Cláudio de Carvalho, veio chamar a atenção do Brasil inteiro nesta segunda-feira, 18 de setembro. Isto porque, a Justiça aprovou que agora os psicólogos possam tratar gays e lésbicas como doentes e fazer terapias de “reversão sexual”, sem que sofram censura do Conselho Federal de Psicologia (CFP).

Diante disso, os internautas se mobilizaram em uma campanha virtual contra a homofobia, levantando a hashtag “#HomofobiaÉDoença” – que já ocupa o topo dos Treding Topics do Twitter. Além deles, vários famosos estão inclusos, e se manifestando sobre o assunto, sendo totalmente contrários sobre a decisão. “Que tempos estranhos. Como será o coração de quem acredita que o amor é uma doença. Por corações mais cheios de afeto!”, escreveu Deborah Secco, em sua conta.

Veja também:

“Correndo pra lembrar que #HomofobiaÉDoença, afirmou Camila Pitanga. Raísa Chaddad também comentou: “Tá tudo errado, mas que retrocesso… Doença é teu preconceito!”“Tratar algo que só porque você não concorda ou não é do seu agrado como doença, isso sim é doença”, disse o youtuber Carlos Santana.

Flora Diegues e Bruna Marquezine (Foto: Reprodução/Instagram)

Você também pode gostar