Celebridades, Globo, Noticia

Após vídeo polêmico, William Waack recebe apoio de colegas da Globo

Após ter sido afastado de suas funções pela TV Globo depois de um vídeo polêmico seu ter sido vazado na internet na última quarta-feira (08), o jornalista William Waack acabou sofrendo diversos ataques nas redes sociais, onde internautas chegaram a acusá-lo de racismo por ter chamado um cidadão americano de negro durante a cobertura das eleições nos EUA, em 2016, em frente à Casa Branca.

Mesmo assim, segundo informações do colunista Ricardo Feltrin, do UOL, existem vários colegas seus de dentro da emissora saindo a favor do mesmo, pois, segundo a publicação, esses jornalistas estão se dirigindo até à direção de Jornalismo do canal, ou escrevendo para lá, na intenção de que Waack não seja demitido da casa.

+ Perito conclui que William Waack foi racista em vídeo que vazou na web

+ Saiba quem vazou o vídeo polêmico de William Waack

+ Comentário racista de William Waack se torna assunto na mídia do exterior

Veja também:

No mais, esses profissionais alegam que, apesar do que foi visto em vídeo, William merece ter seu emprego mantido por nunca ter expressado ou demonstrado alguma forma de racismo lá dentro, além de também ser “considerado um dos melhores e mais preparados jornalistas do país”. Ainda segundo Feltrin, a GGCom informou que o jornalista não teve seu contrato rescindido com a Globo.

Globo deverá escalar Heraldo Pereira para substituir William Waack em telejornal

De acordo com informações do jornalista Ricardo Feltrin, do UOL, a pessoa que está sendo mais cotada nos bastidores para assumir a bancada do noticiário global nos fins de noite é o jornalista e comentarista político Heraldo Pereira, pois, segundo os funcionários e demais colegas de trabalho, “ele tem respaldo da direção de Jornalismo e, ao contrário de Waack, é respeitado, humilde e muito querido”.

Em contrapartida, caso Heraldo venha mesmo a ficar no lugar de Waack, o profissional terá de, obrigatoriamente, se transferir de Brasília para São Paulo, o que poderá se tornar um verdadeiro obstáculo para o “apresentador das horas vagas” do Jornal Nacional. No mais, pelo menos por enquanto, até que a definição do caso não saia ainda de forma oficial, quem ficará no comando do Jornal da Globo será a jornalista Renata Lo Prete, apresentadora do Jornal das Dez, da Globo News.

William Waack no Jornal da Globo do dia 08 de novembro de 2016, quando aconteceu o episódio de racismo (Imagem: Reprodução/Globo)

Você também pode gostar