Emissoras

Após se frustrar nas negociações, Esporte Interativo recua na luta contra a Globo

Certos momentos da TV merecem uma análise sob um determinado ponto de vista. Há algum tempo, o Esporte Interativo, de forma ousada, desafiou a Globo, ao afirmar que seria o único canal da TV fechada a transmitir os jogos do Brasileirão. A garantia do Esporte Interativo era o dinheiro, já que o canal abriu os cofres e não economizou na hora de comprar os diretos do time.

No entanto, o canal só esqueceu que do outro lado estava a Globo, emissora que não ofereceu nem 15% da oferta da EI, mas ainda assim, no final das contas acabou tendo mais sucesso que o canal da Turner. A ideia do Esporte Interativo era convencer a pelo menos a maioria dos times da série A, a vender seus direitos na TV fechada para o canal.

Veja também:

No fim das contas, tanto da série A e da B, juntos, o Esporte Interativo só conseguiu fechar com 14 clubes e nada mais. Diante disso tudo, conforme informa o colunista Flávio Ricco, já há um clima de descontentamento e até mesmo de frustração, já que aquilo que prometia se transformar em uma guerra que quebraria um monopólio, se tornou apenas uma simples saída de alguns clubes, sendo que a maioria estão na série B, e alguns que estão na série A, estão para cair para a série B, no final das contas, a briga esfriou.

Briga do Esporte Interativo com a Globo parece ter acabado (Fot:o: Reprodução/Internet)

Briga do Esporte Interativo com a Globo parece ter acabado (Fot:o: Reprodução/Internet)

Você também pode gostar