Celebridades

Após se envolver em pancadaria, Globo pode demitir Felipe Santana

Conforme já noticiado aqui no Famosos na Web, o jornalista Felipe Santana, que é correspondente internacional da Globo, em Nova York, acabou se envolvendo em uma grande briga no carnaval de Salvador, e por isso mesmo acabou sendo agredido e preso pela polícia militar. Apesar das idas e vindas das notícias, a polícia afirma que o amigo de Felipe, Bruno Della Latta, que é produtor do “Fantástico”, apalpou um policial.

A Globo está se mantendo sóbria e tem defendido que tudo deve ser apurado com o rigor da lei. No entanto, internamente, comenta-se na emissora que o jovem jornalista não poderia se queimar de melhor forma na emissora. Atingindo o auge aos poucos, ele acabou meio que estragando alguns planos da Globo para ele, e tudo ainda é pequeno perto do que poderá vim.

Embora a Globo não tenha tomado essa decisão, segundo informações da jornalista Keila Gimenez, a emissora poderá optar pela suspensão do jornalista, e em último caso ele poderá até ser demitido se ficar comprovado que ele mexeu ou iniciou a agressão contra o policial. Isso acontece porque a emissora tem uma postura rígida com a conduta de seus jornalistas, e certo tipo de comportamentos são considerados inaceitáveis.

Entenda como se deu a prisão do jornalista

Veja também:

Algo extremamente estranho aconteceu na noite de ontem, 26, no carnaval de Salvador. Isso porque, segundo informações do site Notícias da TV, o correspondente internacional da Globo em Nova York, Felipe Santana foi preso no carnaval de Salvador, tudo aconteceu por conta de uma confusão envolvendo ele e um amigo. Segundo a publicação, o amigo de Felipe, que também trabalha na Globo, levou um golpe de cassetete.

No entanto, por algum motivo, Felipe acabou brigando com os policiais. Nessa brincadeira, acabou rolando uma troca de farpas, e resultou em Felipe preso por desacato a autoridade, ele foi levado para o Quartel dos Aflitos, onde ficou detido para averiguação. Curiosamente, o crime de desacato a autoridade não existe mais desde o final de 2016.

A Globo não se pronunciou sobre o assunto, já que o rapaz está de férias. Novo, Felipe se tornou correspondente internacional da Globo no ano passado, ganhou bastante notoriedade esse ano, quando conseguiu a faceta de vim no mesmo avião que Eike Batista, que era um dos procurados pela Interpol. No final das contas, o repórter ainda não se pronunciou sobre o caso.

Aventura de carnaval pode custar o emprego do jornalista (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar