Celebridades, Noticia

Após polêmica envolvendo Eduardo Costa e Fernanda Lima, cantor pode ser condenado a indenizar apresentadora em R$ 200 mil

Depois de ter se dirigido de forma grosseira a Fernanda Lima, em uma publicação nas redes sociais onde ele a chama de imbecil, o cantor Eduardo Costa foi processado pela apresentadora global e agora poderá ter que desembolsar o valor de R$ 200 mil pela agressão verbal cometida contra a loira.

De acordo com informações publicadas pelo jornalista Ricardo Feltrin, do site UOL, os advogados de ambos os artistas estão com uma reunião agendada para o próximo dia 19 deste mês na 24ª vara cível do Rio de Janeiro. Desta forma, como será a primeira audiência do caso, se não houver um acordo extrajudicial, ou seja, a desistência de Fernanda em dar sequência ao processo, o mesmo poderá durar anos e fazer com que o sertanejo pague um valor alto e relativo a sua conduta praticada.

Em contato com advogados especialistas nesses tipos de caso, Feltrin afirmou que a multa aplicada e que é referente a calúnia, injúria, difamação, ofensa contra a honra e/ou danos morais etc é “bastante variável”. Entretanto, uma fonte ligada a apresentadora informou à coluna que “ela não tem interesse algum no dinheiro, e que, se ganhar a ação, deve doar o valor para instituições de defesa da mulher ou de caridade”, pois “o que ela quer mesmo é defender sua honra”.

No mais, vale ainda ressaltar que Eduardo Costa chegou a fazer um pedido de desculpas público a Fernanda Lima, que acabou rejeitando e dando continuidade ao processo contra o músico. No entanto, o processo contra o artista corre em duas ações, o primeiro na área cível e o outro na criminal.

Entenda o caso!

Veja também:

O desentendimento entre os dois se iniciou após um discurso de Fernanda no Amor & Sexo: “Chamam de louca a mulher que desafia as regras e não se conforma. Chamam de louca a mulher cheia de erotismo, de vida e de tesão. Chamam de louca a mulher que resiste e não desiste. Chamam de louca a mulher que diz sim e a mulher que diz não. Não importa o que façamos, nos chamam de louca. Se levamos a fama, vamos sim deitar na cama. Vamos sabotar as engrenagens desse sistema de opressão. Vamos sabotar as engrenagens desse sistema homofóbico, racista, patriarcal, machista e misógino. Vamos jogar na fogueira as camisas de força da submissão, da tirania e da repressão. Vamos libertar todas nós e todos vocês. Nossa luta está apenas começando. Preparem-se porque essa revolução não tem volta. Bora sabotar tudo isso?”.

Pouco tempo depois, Eduardo Costa rebateu a fala da apresentadora nos comentários de um post do perfil Gina Indelicada: “Mais de 60 milhões de brasileiros e brasileiras votaram no Bolsonaro e agora essa imbecil com esse discurso de esquerdista!!! Ela pode ter certeza de uma coisa, a mamata vai acabar, a corda sempre arrebenta por lado mais fraco e o lado mais fraco hoje é o que ela está. Será que essa senhora só faz programa pra maconheiro, pra bandido, pra esquerdista derrotado e pra esses projetos de artistas assim como ela? Bolsonaro não está sozinho, o povo está com ele e a senhora pode ter certeza, o Brasil vai sabotar é a senhora se DEUS quiser. Sérgio Moro vai começar a ajudar a sabotar, pode esperar kkkk e tenho dito”.

Fernanda Lima X Eduardo Costa (Foto: Reprodução)

Fernanda Lima X Eduardo Costa (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar