Emissoras, Noticia

Após briga, canal por assinatura da Simba ainda não saiu do papel

No primeiro trimestre desse ano que se encerra hoje, muitos acompanharam a intensa briga de RecordTV, SBT e RedeTV contra as operadoras de TV por assinatura. O motivo da briga era simples: Eles queriam dinheiro em troca da liberação do sinal em HD para as operadoras, que, por sua vez, argumentava que ele já era entregue de graça à população, sendo assim, não fazia sentido pagar por algo que se é entregue de graça.

No final das contas depois de uma intensa quebra de preço, ficou acertado que o Simba, organização das três, teriam que criar no mínimo mais dois canais com conteúdo diferenciado, para que haja ao menos uma justificativa no pagamento pelos sinais desses canais. Passados mais de 6 meses de tudo isso, esse canais continuam apenas no papel. Não há um interesse em se consolidar no ramo da TV por assinatura, diferente de Band e Globo que já estão em negócios do tipo.

RecordTV pode surpreender em 2018

Ao longo dos últimos meses de 2018, muito se falou sobre planos e metas das emissoras para 2018. Naturalmente, a RecordTV tem as suas definições do que acatar ou não, porém, estranha que não haja planos de contratação para ninguém, o que deixa a entender que todos deverão continuar na emissora. De acordo com o colunista Flávio Ricco, embora discreta, o canal poderá deixar muita gente surpresa com as suas contratações.

Veja também:

Há o interesse da emissora em renovar o seu time de comunicador de diversos setores, o que abre brecha para supostos novos rostos no jornalismo, no entretenimento, dentre outros. Ainda não sabe-se mais detalhes sobre planos da RecordTV para 2018, visto que eles poderão se alterar a depender da necessidade da emissora. Apesar dos pesares, a ideia de que não se deve esperar nada grandioso demais continua valendo.

Simba vem perdendo a guerra contra a TV paga (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar