Celebridades

Após 4 meses de tragédia, Globo anuncia indenização milionária à família de Domingos Montagner

O Brasil se chocou com a maneira em que um dos principais nomes da lista de galãs e maior revelação da dramaturgia chegou a falecer. Foi durante as gravações da novela em que era protagonista, já em sua reta final, que Domingos Montagner deu um adeus precoce ao seu público.

Morto enquanto estava a trabalho a Globo achou justo e, inclusive legalmente falando, cabível uma indenização. Esta será paga proporcionalmente em parcelas à mulher do ator, Luciana Lima, até que em 2020 acumule o valor de quatro milhões. A quantia servirá para a manutenção comum das atividades dos três filhos do casal, Leo, Dante e Antonio.

Já por parte da prefeitura de Canindé de São Francisco, em Sergipe, local onde o ocorrido trágico se passou, eles garantiram a construção de um monumento em homenagem ao ator. Procurada pela imprensa, a Globo ainda não quis se pronunciar sobre o assunto por se tratar de um tema de teor jurídico e que os detalhes do acordo não interessam ao conhecimento público.

Domingos Montagner e sua família (Foto: Divulgação)

Domingos Montagner, protagonista de “Velho Chico”, é encontrado morto no Rio São Francisco

No final da tarde do dia 15/09, em 2016, foi confirmada a morte do ator Domingos Montagner, o Santo da novela “Velho Chico”. Ele que se afogou no rio São Francisco, foi encontrado morto após as buscas realizados pelos bombeiros.

Ele estava no local gravando os últimos capítulos da novela “Velho Chico”, a gravação teria sido feita pela manhã e a tarde após o almoço ele junto com a atriz Camila Pitanga resolveram dar um mergulho no rio e caíram em um local onde começaram a ser levados pela correnteza do rio.

Camila conseguiu segurar em uma pedra, mas o ator infelizmente não teve a mesma sorte. Após mais de três horas de buscas pelo rio, o corpo do ator foi encontrado. Em um plantão durante a exibição da novela “Malhação” a jornalista Renata Vasconcellos informou oficialmente a morte do ator.