Celebridades

Âncora do “Jornal da Record”, Adriana Araújo desabafa sobre descaso de médico com a sua filha

Adriana Araújo, âncora do “Jornal da Record”, divulgou uma carta para o jornal “Folha de S. Paulo”, no qual fala quedescobriu no quinto mês de sua gravidez que sua filha era portadora de hemimelia fibular. Trata-se de uma síndrome ortopédica que na forma mais grave afeta tanto os membros inferiores quanto os superiores.

É um verdadeiro desabafo da jornalista, que revelou que quando sua filha, Giovanna, tinha um ano e meio, a jornalista se confrontou com um veredicto de um médico que mal a atendeu. Adriana conta:  “Ele deu o veredito ali de pé, enquanto Giovanna andava de um lado para o outro atrás de uma bola usando um aparelho ortopédico que dava àquele pedacinho de gente um ar de Robocop. ‘Mãe, é melhor amputar’, disse o médico. A imagem imediata que vem à cabeça é alguém serrando o pé da sua filha e jogando numa lata de lixo. É muito doloroso”.

Veja também:

Mas mãe que é mãe de verdade nunca desiste de seu filho e ela decidiu seguir outra linha de tratamento. Dez cirurgias corretivas depois contrariou o prognóstico do profissional de saúde. Quando Giovanna completou 18 anos em outubro, Adriana escreveu uma carta ao médico. Para concluir, eu termino com uma frase que a jornalista escreveu: “Capaz de entender que ser médico não é apenas dominar a teoria. É também ser capaz de se colocar no lugar do outro, com isenção e ética, mas também com respeito e um mínimo de compaixão.”

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

Curtidas

Você também pode gostar