Celebridades

Ana Paula Renault opina sobre o caso Marcos ocorrido no “BBB 17”

O começo desta semana foi de muita repercussão na mídia em torno do caso de agressão envolvendo o médico Marcos e a jovem Emilly. Diante disso, sempre polêmica, a ex-BBB Ana Paula Renault, que participou da 16ª edição do “Big Brother Brasil”, veio a público falar sobre o assunto em entrevista concedida à jornalista Patrícia Kogut, do jornal “O Globo”.

“Eu acredito que a produção esperou até demais para expulsar o Marcos. Mesmo que não tenhamos visto uma agressão física de fato, existem diferentes tipos de abuso. E estava claro que o relacionamento deles era abusivo. Não foi uma briga, foram várias, inclusive com outras pessoas que não a Emilly. Não dava para esperar acontecer algo mais grave”, opinou a ex-participante.

Em seguida, ela ainda afirmou que o caso que aconteceu com ela no ano passado foi distinto do ocorrido com Marcos. “No Twitter as pessoas falam que eu não tenho moral para criticar, mas o que aconteceu comigo foi completamente diferente. Minha intenção não era bater, era fazer um escárnio. Não fui agressiva. É claro que não me considero certa, posso ter invadido o limite do Renan”, relatou a jornalista.

Veja também:

Sobre Emilly, Ana Paula foi direta: “Eu não gosto da Emilly de forma alguma. Ela é uma das participantes que eu menos simpatizei. Não me relacionaria com ela aqui fora, mas nada justifica o abuso. Acho que ela é complicada, mimada e desmerece os outros, mas não explica o Marcos ter chegado ao ponto que chegou”, afirmou.

Ana Paula Renault foi a participante da 16ª edição do “BBB” (Foto: Reprodução/Globo)

Você também pode gostar