Celebridades

Ana Hickmann lamenta julgamento de cunhado que salvou sua vida em atentado

No ano passado, o Brasil se chocou com a notícia de que Ana Hickmann havia sofrido um atentado, e a apresentadora quase foi morta por um fã obcecado enquanto estava hospedada em um hotel da cidade de Belo Horizonte. O rapaz, após ter atirado na assessora e cunhada da loira, foi morto no local pelo também cunhado de Ana, Gustavo Correa.

Ele está sendo processado por homicídio doloso, depois da tentativa de defesa que salvou a vida da comandante do Hoje em Dia. Ana utilizou seu Instagram nesta quinta-feira (19) para falar sobre o julgamento de Gustavo. “Estou viva, graças a coragem e defesa do meu cunhado, que amanhã senta no banco dos réus, o que é uma grande injustiça”, declarou.

Ainda declarando o sentimento de atormento um ano após o ocorrido, Ana disse estar com fé, e se mostra confiante na justiça brasileira. “Se no dia não foi nada fácil, amanhã será triste e doloroso relembrar. Confio na Justiça deste país! Somos pessoas de bem e trabalhadores! Que Deus nos proteja”, escreveu.

Veja também:

O crime planejado com antecedência por Rodrigo, o agressor, felizmente não teve o fim que ele desejava, e o mesmo foi morto com três tiros na nuca, depois de luta corporal que teria durou quase dez minutos com o cunhado da apresentadora. O delegado responsável pelo caso pediu o arquivamento do inquérito, alegando que Gustavo agiu em legítima defesa.

Ana Hickmann sofreu atentado em maio de 2016 (Foto: Record)

Ana Hickmann sofreu atentado em maio de 2016 (Foto: Record)

Você também pode gostar