Alguns candidatos do “BBB” descobrem que estão doente durante processo de seleção

Logo mais estreia na Globo, a  décima-sexta temporada do “Big Brother Brasil”. No entanto, embora pareça fácil encontrar 12 participantes. Entrar no “BBB” requer muitas outras coisas, além de uma boa personalidade. Para se ter uma ideia, mesmo aqueles participantes que são considerados bons, acabam sendo eliminado por questões de saúde.

Segundo a colunista Keila Jimenez, cerca de 40% dos participantes são reprovados em exames laboratoriais. Entre os testes, os participantes são submetidos aos testes psicológicos e toxicológicos e a cada 10 participantes, pelo menos 3 são reprovados. Além disso alguns participantes descobrem que estão doentes durante o processo de seleção para o reality.

As doenças transmissíveis por relações são as mais frequentes entre os aspirantes a candidatos, entre elas HIV, Sífilis e Hepatite B. Um momento bastante difícil para a produção do reality que precisa comunicar a alguém que o sonho acabou por conta de algum problema patológico. Isso porque eles chamam o programa de preconceituoso, mas nenhum portador dessas doenças podem entrar no programa por motivos óbvios.

(Processo para entrada no "BBB" é bastante rigoroso)
(Processo para entrada no “BBB” é bastante rigoroso)
Curtidas
Jean Santos
É extremamente prazeroso levar informação com credibilidade, imparcialidade e respeito aos nossos leitores. Me sinto honrado em fazer parte do Famosos na Web, a sua fonte segura de informação. E-mail: [email protected], me mande um e-mail, ou se preferir me ligue 71 98536-6204.

Comentários