Séries

Acidente da Chapecoense pode fazer Globo adiar “Brasil a Bordo” para 2018

Ano passado, a mídia destacava a correria que a Globo estava impondo nas gravações de “Brasil a Bordo”, uma série de humor que é de autoria de Miguel Falabella e que seria a aposta da Globo para as noites de domingo, que volta e meia é abalada pela audiência de Sílvio Santos. No entanto, agora, os planos da Globo mudaram drasticamente, isso tudo por conta de uma infeliz coincidência.

A série da Globo fala de uma empresa aérea falida, onde os seus passageiros e funcionários passam pelo maior perrengue. No entanto, depois do acidente com o avião da Chapecoense, em novembro passado, soube-se que a companhia aérea enfrentava problemas financeiros, e que tinha algumas atitudes incorretas para que pudesse continuar operando.

Veja também:

Como foi o caso em que colocou a quantidade de combustível no limite na viagem para a Colômbia, sem contar que imprevistos poderiam acontecer, e nesse caso aconteceu e a Lamia, dona do avião, não tinha combustível para fazer absolutamente nada. O resultado todos já sabem. A Globo entende que não há clima para colocar uma série que fale exatamente sobre isso. A princípio “Brasil a Bordo” estava adiada para o segundo semestre, mas segundo o colunista Flávio Ricco, a Globo analisa exibi-la apenas em 2018.

“Brasil a Bordo” pode ficar para 2018 (Foto: Reprodução/Internet)

Você também pode gostar