Walcyr Carrasco revela que teve liberdade para escrever “Amor à Vida”

Ontem (26), o autor Walcyr Carrasco falou da liberdade que teve ao escrever sua última novela, “Amor à Vida”. O mesmo não ocorre com o folhetim escrito por Gilberto Braga, Ricardo Linhares, e João Ximenes Braga, “Babilônia”, que vai ter um “reboot” hoje.

“E com Amor à Vida e o Félix, me deixaram até salgar a Santa Ceia! É bom ter uma empresa que acredita em mim”, escreveu o novelista, citando o bordão do vilão Félix, interpretado por Mateus Solano.

 (Imagem: Divulgação)

(Imagem: Divulgação)