“Vídeo Show” joga sua vida em duas primeiras semanas depois da Copa

Zeca Camargo comanda o programa que pode estar com os dias contados.

Zeca Camargo comanda o programa que pode estar com os dias contados.

A atração vespertina da Globo corre contra o tempo para tentar reverter uma crise que parecer ter fim apenas com a extinção do programa, bem como a sessão de filmes exibida em período vespertino.

Fato consumado que o “Vídeo Show” perdeu a identidade depois da reformulação que não funcionou e ainda tem vários problemas sendo claramente remendada no ar, o fim do programa pode representar o fim de uma era no período vespertino que vai obrigar a emissora carioca á se mexer, movimentando o mercado, criando uma revista eletrônica espelhada no “Encontro” e duplicando a faixa de reprises “Vale A Pena Ver de Novo”, já que as novelas carregam a média/tarde do canal nas costas.

Zeca Camargo e sua equipe tem pouco tempo para apresentar uma reação, ajudando assim os filmes da tarde que entregaria para a novela com uma condição mais favorável desistindo assim da faixa dupla fixa de novelas no período vespertino. Programa sofre crise mesmo com o enfraquecimento de seu maior concorrente.